A mulher de leão

Intensamente felina em seu rosto, nas suas ações, no seu andar, denota por toda parte graça, discrição, altivez e majestade leoninos. Apreciadora de tudo o que realce seu porte de rainha, agrada-a rodear-se de pessoas, e andar em lugares onde possa ser admirada. Aprecia em seu natural ambiente de vida social, os banquetes, as cerimônias, o conforto e a luxuosa estética.

Sabe dominar a seu cônjuge com todas as armas femininas de que dispõe, pois, ela é a que sempre manda, o que invariavelmente o faz.

Requer que seu marido professe sua máxima admiração (e, claro, tem que poder admirá-lo muito, do contrário, tudo se acabará). O orgulho poderá obscurecer sua dignidade senhorial, e sempre evitará ofuscar sua presença galharda, admirada e magnífica, de tal modo, que cada passo o tem dado muito bem.

O marido necessita ser forte e fiel; do contrário tudo se acabará.

Seu estado de ânimo, geralmente alegre e simpático, pode ver-se de pronto arrebatado por um impetuoso ataque de ira, devastador e cruel, ao ponto de poder levá-la a intensas crises nervosas.

Enfim, é espôsa amorosíssima, formidável mãe e dona-de-casa, de onde irradiará um ambiente principesco.

A mulher do signo de leão acredita que beijar é uma arte. Por isso, ele se esmera em percorrer docemente a boca do parceiro, alternando carícias suaves com outras mais ardentes. Seu beijo tem gosto de paixão, de desejo, de força e intensidade. Enfim, é um beijo de fogo, capaz de seduzir e incendiar. 

É criativa, líder e corajosa. Mas é orgulhosa e um pouco arrogante. Procura ser o centro das atenções e consegue, já que possui um grande magnetismo. Seus sonhos estão ligados ao sucesso e a desejos que não foram satisfeitos no dia-a-dia. Aventuras amorosas e sexuais, bem como poder, jóias, dinheiro e viagens também marcam presença. 

O quinto signo do zodíaco tem como função básica a fixação da germinação que ocorreu no escuro silencioso e protegido de Câncer, o signo anterior. Leão significa o momento em que os primeiros frutos dão rebentos, uma vez que a semente foi bem plantada. O produto é bom e forte se a semente recebeu o ambiente propício para se fortalecer. Signo fixo, Leão simboliza a força da criação, os primeiros resultados que irrompem, a despeito de todas as dificuldades. Daí a analogia do signo com o desafio e com a auto-afirmação.

Desafiar o ambiente externo, que pode ser hostil e inóspito é algo que precisa ser feito com coragem, focalizando apenas o desejo de ser, a despeito de todo o movimento em contrário que possa existir. O Leão é conhecido pela força – até mesmo autoritária e tirânica – com que impõe sua vontade, curvado que é à paixão de realizar seu próprio destino: florescer, frutificar, criar, com toda a nobreza e honra que algo criado possui.

Dizem que o Leão é o rei dos animais e ele bem que simboliza essa qualidade leonina da honra, mas também do amor à prole, pois é signo gregário, que protege a cria – afinal, ele sabe a importância da luta pela vida. Para poder lutar pela sobrevivência e se impôr enquanto ser existente, o leão precisa ser centrado em si mesmo, alguém que precisa ser admirado – pela simples razão de existir da melhor maneira.

O Leão é também o educador, aquele que dá o exemplo de si como lição de vida a outros. Apesar de gostar de ser admirado e apreciado, sabe ser magnânimo e dar seu amor. Um temperamento ardente e apaixonado, que precisa ser aceito e para isso explora com maestria suas capacidades, assim é o Leão, que pode até almejar o poder para conseguir ter mais destaque na comunidade. Contudo, irá fazer o melhor para o bem comum.

O homem de leão
Tem tudo muito bem calculado, é inflexível, e se enaltece por isso, pois o Rei, "com ou sem fortuna", permanecerá sendo Rei. Todos são seus súditos, mesmo os seres mais queridos; tudo deve sair do modo que mandou e exige respeito, adaptação e obediência, onde quer que seja. Nada do que recebe é suficiente para este monarca, nem mesmo o amor. 
O triunfo é seu anelo, e quer desfrutar dos próprios êxitos, "até mesmo aqueles que não são seus". 

É um homem bastante generoso, e que pode se exceder nessa e em outras coisas mais; não é traiçoeiro, e se surpreende com tais atos.

Pode e sabe perdoar com facilidade, mesmo que a fúria em seu passo pareça aniquilar tudo. Pode ter suas pequenas aventuras, as quais estão definitivamente proibidas para seu cônjuge, pois não pode manchar sua honra leonina com escândalos.

São generosos, extrovertidos, apaixonados, isso tudo quando encontram aspectos de configurações superiores; pelo contrário, serão grosseiros, sensuais e passionais. 

O leonino acredita que beijar é uma arte. Por isso, ele se esmera em percorrer docemente a boca do parceiro, alternando carícias suaves com outras mais ardentes. Seu beijo tem gosto de paixão, de desejo, de força e intensidade. Enfim, é um beijo de fogo, capaz de seduzir e incendiar. 

É criativo, líder e corajoso. Mas é orgulhoso e um pouco arrogante. Procura ser o centro das atenções e consegue, já que possui um grande magnetismo. Seus sonhos estão ligados ao sucesso e a desejos que não foram satisfeitos no dia-a-dia. Aventuras amorosas e sexuais, bem como poder, jóias, dinheiro e viagens também marcam presença. 

O quinto signo do zodíaco tem como função básica a fixação da germinação que ocorreu no escuro silencioso e protegido de Câncer, o signo anterior. Leão significa o momento em que os primeiros frutos dão rebentos, uma vez que a semente foi bem plantada. O produto é bom e forte se a semente recebeu o ambiente propício para se fortalecer. Signo fixo, Leão simboliza a força da criação, os primeiros resultados que irrompem, a despeito de todas as dificuldades. Daí a analogia do signo com o desafio e com a auto-afirmação.

Desafiar o ambiente externo, que pode ser hostil e inóspito é algo que precisa ser feito com coragem, focalizando apenas o desejo de ser, a despeito de todo o movimento em contrário que possa existir. O Leão é conhecido pela força – até mesmo autoritária e tirânica – com que impõe sua vontade, curvado que é à paixão de realizar seu próprio destino: florescer, frutificar, criar, com toda a nobreza e honra que algo criado possui.

Dizem que o Leão é o rei dos animais e ele bem que simboliza essa qualidade leonina da honra, mas também do amor à prole, pois é signo gregário, que protege a cria – afinal, ele sabe a importância da luta pela vida. Para poder lutar pela sobrevivência e se impôr enquanto ser existente, o leão precisa ser centrado em si mesmo, alguém que precisa ser admirado – pela simples razão de existir da melhor maneira.

O Leão é também o educador, aquele que dá o exemplo de si como lição de vida a outros. Apesar de gostar de ser admirado e apreciado, sabe ser magnânimo e dar seu amor. Um temperamento ardente e apaixonado, que precisa ser aceito e para isso explora com maestria suas capacidades, assim é o Leão, que pode até almejar o poder para conseguir ter mais destaque na comunidade. Contudo, irá fazer o melhor para o bem comum.

Fonte : Esoterikha