Article

Filme da semana: A datilógrafa!
O texto abaixo não contêm spoilers. Vocês podem ler tranquilos!
SINOPSE: A ambiciosa Rose não se contenta em ser uma mera dona de casa e decide se candidatar ao emprego de secretária de uma agência de seguros, mas o chefe exige que ela vença a competição de datilógrafa mais rápida do país para conseguir o cargo.

Ontem assisti ao filme "A datilógrafa" e é simplesmente lindo. Se você já assistiu a "Bonequinha de luxo" ou qualquer outro trabalho da Audrey Hepburn, vai achar várias semelhanças com a protagonista de A datilógrafa. Audrey aliás é mencionada durante o filme. O filme se passa na França, no ano de 1959.

A Rose (Déborah François) tenta uma vaga de secretária no escritório do senhor Louis Échard (Romain Duris). Naquela época, uma mulher trabalhando e como secretária ainda, era algo elegante, refinado, que todas as meninas de classe baixa e média sonhavam, pois assim conheceriam melhor seus patrões e teriam uma chance de se casar com eles (fato que é mencionado no filme). Rose não era diferente. Exceto pelo fato de que queria o emprego para ter um futuro, para provar que era capaz e não para conseguir um "bom casamento". 

Rose desafia seu pai e vai embora de casa, em busca do seu sonho. O senhor Louis acredita que Rose não tem talento para ser secretária e que ela é um desastre, até que ela prova ser uma datilógrafa maravilhosa. Ele propõe que ela se inscreva no concurso de datilógrafa mais rápida da França e caso vença, ela será contratada.

Rose e Louis passam a morar juntos com a finalidade de que Rose treine a datilografia e vença o concurso. 

O filme é divertido, romântico e emocionante. É a luta de uma garota nos anos 50 para mostrar para todos que ela é capaz.

O final? não posso contar, vocês terão de assistir.

PS: Vale ressaltar que o filme teve 5 indicações ao César (premiação semelhante ao Oscar)!

Facebook Twitter Pinterest Google+ Email Addthis