Stay Strong*

 É triste que ainda existam pessoas que pensem assim.  Eu não lhe conheço, mas tenho certeza que sua opção sexual não interfere no seu caráter e não sei porque muitos pais tem dificuldade em aceitar os filhos como eles são. Bom, sua mãe já sabe não é? a parte mais difícil já aconteceu.  Você já tentou conversar com ela que sua escolha não interfere em quem você é e que o pior preconceito é aquele que vem de casa? O pior preconceito é aquele que vem de quem mais amamos e nos importamos. Você tem que ser feliz, você tem que estar feliz, independente da opinião das pessoas. Sei que é sua mãe e a opinião dela pesa, mas não deixe de ser feliz só porque não te entendem. Ah... e sobre o outro assunto, se controle ao máximo. Nada justifica se flagelar. Existem pessoas que gostam de você e quando você atenta contra si própria, está machucando mais essas pessoas do que a si mesma. Como o seu nick, STAY STRONG!!!
Por: Pâmela Sampaio - 10.06.13 
Facebook Twitter Pinterest Google+ Email Addthis