A menina que roubava livros

Eu jamais poderia fazer uma coluna sobre livros sem falar primeiro do livro "A menina que roubava livros", que até hoje é o meu livro favorito.  
 
Apesar da história do livro ser centralizada na personagem Liesel Meminger, o livro é narrado pela morte. Sim, pela morte que "esbarra" algumas vezes com Liesel Meminger. Como na própria contra-capa do livro diz,
 
"Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler."

Tudo ocorre entre os anos de 1939 até 1943, quando a Alemanha era dominada por Hitler. Em meio a guerra, fome, frio, falta de dinheiro e perda de entes queridos, Liesel consegue seguir seu caminho criando laços afetivos eternos.  
 
É simplesmente o melhor livro que já li, pois mostra que mesmo com todos os desastres, o amor e a inocência de uma criança curiosa por conhecimento podem sim mudar rumos. 

 O sucesso do livro foi tão grande, que recentemente virou filme, mas isso deixarei para a coluna de filmes.

Por: Pâmela Sampaio em 09/04/2014 
Facebook Twitter Pinterest Google+ Email Addthis